domingo, 10 de junho de 2012

Tô ficando velho - parte 2

E então, pessoal? Prontos para o nível intermediário do "Do you remember" do Macagnan? Quem perdeu a primeira parte, clique aqui. Quem passou da primeira parte, prepare-se:



E esta agora? Será que é o que você está pensando? Ou será que não é? Parece, né? Uma coisa é certa: o fabricante dessa "coisa" é a Olivetti.






Esta "coisinha" já foi sinônimo de rapidez (mas nem sempre qualidade). Foi um ícone em sua área mas com o avanço da tecnologia virou mesmo é recordação... E você, lembra dela?







Esse aqui é moleza, hein? Existe até hoje (modernizado, menor e em menor quantidade desde o surgimento e a popularização do celular) e nas horas de apuro costuma "quebrar um galhão"!






Números romanos? Não, apenas mais uma das maravilhas que o Macagnan lembrou e que usou uma só vez na escola. Você já usou isso nas aulas de Educação Artística?






O "magrão" daí não sei quem é, mas o instrumento exótico que tem em mãos foi presença constante nas bandas que animaram o cenário musical da década de 80. Havia também das marcas Korg e Roland e também nos mais variados formatos mas com a mesma empunhadura. Você sabe que raio de instrumento é este?







E para encerrar, uma foto com três raridades! A maior delas hoje se miniaturizou tanto que chega a estar em lugares jamais imaginados! Abaixo desta, um aparelho que foi esquecido pelo tempo, parceiro da primeira! E o terceiro, à esquerda da primeira, quase fora de foco, quantas alegrias trouxe a quem tinha um! Difícil?





Bom, pessoal. Por hoje é só! Até a próxima!

Um comentário:

  1. Meu caro Macagnan, muito boa a sua iniciativa de resgatar o passado para este presente dominado pela alta tecnologia.
    Veja como a tecnologia avançou. Prá melhor, é claro.
    Mas esses "aparelhos" e "equipamentos" citados foram realmente de grande valia para a época. Aliás, eram top de linha.

    ResponderExcluir

Google+