sexta-feira, 28 de maio de 2010

Sabedoria realmente popular brasileira

Que a cultura brasileira é rica todo mundo sabe. Seja da elite, seja do povo, a cultura brasileira tem características diferenciadas de cada região, de cada povo que veio a constituir este país e no entanto é essa diferença que a faz ser recohecida mundialmente. Mas, pelo que o Macagnan conhece, a cultura do povo, "popular mesmo"  é divertida, até mais do que aquilo que aprendemos na escola sobre cultura brasileira. Quer um exemplo? Já ouviu falar nos "ditados populares" ou "aquele velho ditado que dizia..."? Pois é, os ditados populares podem ser considerados "gotas de sabedoria com sabor de humor", passados de geração a geração primeiro oralmente e depois através de algum meio de comunicação mais abrangente e acessível. Simplesmente não existe pessoa que não tenha se utilizado, pelo menos uma vez na vida, de um deles. Por quê? Eles são o reflexo fiel da realidade e da sabedoria adquirida na prática. Hoje o Macagnan vai encarar um desafio: transformar ditados populares em piadas curtas. Será que dá? Bem, vamos lá (os textos em itálico entre parênteses são de autoria do Macagnan):
  1. Um homem prevenido vale por dois (e carrega o peso de três).
  2. A ocasião faz o ladrão (e a prática leva a Brasília).
  3. Quem dá aos pobres, empresta a Deus (e quem empresta aos pobres dá adeus).
  4. Antes que cases vejas o que fazes (porque o amor é cego... surdo, mudo, teimoso, tapado...)
  5. Azar no jogo, sorte no amor (desde que minha mulher não perceba que perdi todo o dinheiro no jogo...)
  6. Briga de marido e mulher ninguém mete a colher (principalmente se estão brigando com faca...)
  7. Cautela e canja de galinha não fazem mal para ninguém (a não ser para a galinha...)
  8. De boas intenções o inferno está cheio (e de bons projetos o discurso do político também).
  9. Em boca fechada não entram moscas (e não saem bobagens).
  10. Gato escaldado tem medo de água fria (e gato mordido por cobra tem medo até de linguiça...)
  11. Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão (inclusive perdão da Receita Federal...)
  12. Mais vale um pássaro na mão do que dois voando (desde que o IBAMA não saiba...)
  13. Nem tudo que reluz é ouro (pode ser uma careca...)
  14. O que os olhos não veem o coração não sente (até infartar...)
  15. Os últimos são sempre os primeiros (do final da fila).
  16. Para baixo todo santo ajuda, para cima a coisa muda (desde que inventaram o Viagra, é claro...)
  17. Quando a esmola é grande o santo desconfia (E a Receita Federal também).
  18. Quem tem boca vai a Roma (menos o fogão, que não sai da cozinha...)
  19. Quem entra na chuva é para se molhar (ou esqueceu o guarda-chuva).
  20. Quem vê cara não vê coração (porque cirurgião plástico não é cardiologista).
  21. Tudo que não mata, engorda (e tudo que engorda, um dia mata).

Se você sabe de mais algum ditado popular que pode se tornar uma piada curta, poste para nós!

Bom, pessoal! Por hoje é só e até a próxima!

(Ditados populares retirados do site Mulher Virtual)

2 comentários:

  1. Agora toda vez que eu citar ou pensar em algum desses ditados vou lembrar dos "complementos" rs... Gostei. =]

    ResponderExcluir
  2. Macagnan, seu blog é genial. Estou direcionando um link pra cá, pois usei a fotinha do Bill, aquele. Inaugurei uma seção de utilidade no meu blog e tem tudo a ver com o que tem feito por aqui. Um abraço...

    ResponderExcluir

Google+