quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A sopa de pedra

(Conto Tradicional português recolhido por Teófilo Braga)

Bom, dessa vez a inspiração veio da amiga Dri Viaro e suas aventuras "emagretícias".

Lembrei-me dessa história que conheci quando tinha uns seis anos. Pesquisando na Internet, descobri que essa é uma especialidade portuguesa da região de Almeirim. Conta-se que aconteceu mais ou menos assim:

Em uma tarde chuvosa, um frade andava pelas ruas da cidade, molhado e faminto. Já cansado, resolveu bater em uma porta e pedir abrigo. Atendeu um casal de idosos simpáticos porém avarentos. E o velho inicia a conversa:

-Que desejas, ó frade?
-Ó senhor. Peço-vos que acolheis a um pobre frade faminto e com frio em vossa casa, pelo menos até a chuva passar.
-Podeis entrar e aquecer-te aos pés da lareira mas, já não temos mais almoço nesta hora em nossa casa. Mas, entrai, frade, saia da chuva!

O frade entrou, agradeceu a hospitalidade e ajeitou com muito carinho um saco de couro que trazia consigo. A velha não se conteve e perguntou-lhe:

-Frade, perdoe minha curiosidade mas, o que trazes neste saco?
-Neste saco? Trago uma pedra, minha boa senhora...
-E por que a trazes consigo, frade?
-Para fazer uma sopa de pedra sempre que tenha fome.

A velha, não acreditando muito no que ouvira, pergunta com uma expressão espantada e curiosa:

-Sopa de pedra? Nunca conheci nenhuma receita desse tipo, frade....
-Não conheceis sopa de pedra, minha boa senhora? Pois vos asseguro que é uma receita muito simples e deliciosa. Gostaríeis que eu vos ensinasse?
-Teria muito gosto em aprendê-la, frade!
-Pois bem, a ensinarei com muito gosto. Por favor, se pudesses me ceder um caldeirão com água e se me permitisse cozinhá-la em vosso fogão...
-Imediatamente, frade.

A velha vai buscar um caldeirão com água e chama o frade à cozinha:

-Frade, venha até a cozinha. Vosso caldeirão já está sobre o fogo.

O frade se dirige à cozinha, pede licença para usar a pia. Tira do saco de couro uma pedra mais ou menos do tamanho e formato de um ovo de galinha, lava-a cuidadosamente e coloca-a com cuidado dentro do caldeirão. Fica ao redor do fogo alguns minutos até a água ferver. Quando isto acontece, se dirige à velha e diz:

-Minha boa senhora, se pudéssemos acrescentar algumas hortaliças, garanto que ficaria uma sopa de pedra divina!

Ao ouvir isto, a velha pede ao marido que vá até a horta da casa buscar algumas hortaliças. Ele calça botas, coloca uma capa de chuva e vai à horta. Poucos minutos depois retorna com algumas folhas de couve, algumas batatas, cenouras, um repolho e algumas outras hortaliças. O frade pacientemente limpa e prepara as hortaliças, juntando-as à pedra dentro do caldeirão com água já fervente. Pede também um pouco de sal, que acrescenta à sopa. Neste tempo, a curiosidade do casal aumenta ainda mais. Passados alguns minutos, a sopa começa a epalhar um aroma bom pela cozinha. O frade pede ao casal:

-Se pudésseis me arranjar um pouquinho de toucinho para acrescentar à sopa, garanto-vos que ficaria esta sopa a melhor do mundo.

A velha saiu da cozinha e foi até a despensa de onde voltou com um pequeno pedaço de toucinho. Ao ver, o frade exclamou:

-Bendita seja! Agora sim esta será a melhor sopa de pedra do mundo!

Picou cuidadosamente o toucinho e acrescentou à sopa. A esta altura, o casal já estava com água na boca. Depois de longos minutos, o frade finalmente diz:

-Se pudessem arranjar um pouco de pão para acompanhar a sopa, teríamos uma sopa como outra no mundo jamais provaram, vos asseguro isto!

Sem demora o casal providenciou pão, pratos, talheres, arrumou a mesa. O frade trouxe o caldeirão com a sopa e todos provaram dela. Tinha um sabor inexplicável, um aroma delicioso... Após a refeição e um breve descanso, já enxuto e ao ver que a chuva havia parado, o frade se despede do casal, agradecendo pela acolhido quando a velha, ao olhar sobre a pia, vê a pedra que o frade ia esquecendo. Vai até a cozinha, pega a pedra e a traz ao frade, perguntando:

-E a pedra, frade?
-Ah, a pedra! Levo-a comigo sempre...
-Para quê?
-Para o caso de, em algum lugar, alguém negar-me uma esmola para acalmar a fome.

Bom, histórias a parte, achei em um blog português uma receita da famosa "sopa de pedra". Quem quiser saber, clique aqui.

Bom apetite, e até a próxima!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Dez dúvidas sobre a cerveja

É, pessoal, verão chegando, praia, mar, bronzeado, solzinho, cervejinha no quiosque e a inevitável "pancinha" aparecendo, apertando o pobre elástico do calção que fica parecendo o salário do brasileiro (tem que se esticar todo pra dar conta do recado). Aí o pessoal se entope de tudo que é comida boa e gordurosa, calórica e outros deliciosos e proibitivos adjetivos e adivinha quem leva a culpa: a pobre da cervejinha...

Se eu disser que a cerveja tem certas propriedades terapêuticas, vocês prometem que não vão sair por aí bebendo feito "esponja" (secando todas)? Então está bem... (mas se vocês não cumprirem essa promessa, vão ficar igual ao "tio" aí da foto, hehehe..)

Segundo o site Corpo Saudável, a cerveja tem, entre outras, as seguintes propriedades:

a) é antioxidante, característica herdada dos cereais em sua composição;
b) o lúpulo e seus derivados agem como um antibiótico natural;
c) possui compostos antiinflamatórios;
d) possui compostos diuréticos;

e muitas outras características benéficas quando consumida MODERADAMENTE. Isso não quer dizer que cerveja substitua remédios, aliás esta combinação deve ser terminantemente evitada. Também insisto aqui naquela campanha do governo: "se beber, não dirija, se dirigir, não beba". Aliás, vou resumir isso em uma fórmula matemática:

BEBIDA + DIREÇÃO = MER...(cadoria)

Bom, o Blog do Macagnan resolveu ir a fundo nessa garrafa, quer dizer, história de cerveja e entrevistou o doutor Kaneko, conhecedor profundo do assunto e fez dez perguntas sobre a nossa querida "ceva". Os comentários em negrito e itálico são do Macagnan durante a edição. Confira abaixo:

Blog do Macagnan - A CERVEJA MATA?
Doutor Kaneko: Sim. Sobretudo se a pessoa for atingida por uma caixa de cerveja com garrafas cheias. Anos atrás, um rapaz, ao passar pela rua, foi atingido por uma caixa de cerveja que caiu de um caminhão levando-o a morte instantânea. Além disso, casos de infarto do miocárdio em idosos teriam sido associados as propagandas de cervejas com modelos gostosas. (E depois dizem que é o Viagra que mata o vovô do coração...)

Blog do Macagnan - O USO CONTINUO DO ÁLCOOL PODE LEVAR AO USO DE DROGAS MAIS PESADAS?
Doutor Kaneko: Não. O álcool é a mais pesada das drogas: uma garrafa de cerveja cheia pesa cerca de 900 gramas.(Menos que a cabeça do bebum no dia seguinte)

Blog do Macagnan - CERVEJA CAUSA DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA?
Doutor Kaneko: Não. 89,7% dos psicólogos e psicanalistas entrevistados preferem uísque. (Será que é pra poder dizer depois que uísque dá mais dor de cabeça do que a cerveja mas a dor é psicológica?)

Blog do Macagnan - MULHERES GRÁVIDAS PODEM BEBER SEM RISCO?
Doutor Kaneko: Sim. Está provado que nas blitz a polícia nunca pede o teste do bafômetro pras' gestantes. E se elas tiverem que fazer o teste de andar em linha reta, sempre podem atribuir o desequilíbrio ao peso da barriga. (Tem também a questão do exemplo pro filho, né? Se a mãe bebe quando está grávida, o filho não tem culpa de já nascer alcoólatra).

Blog do Macagnan - CERVEJA PODE DIMINUIR OS REFLEXOS DOS MOTORISTAS?
Doutor Kaneko: Não. Uma experiência foi feita com mais de 500 motoristas: foi dada uma caixa de cerveja para cada um beber e, em seguida, foram colocados um por um diante do espelho. Em nenhum dos casos, os reflexos foram alterados. (E se o espelho tivesse bebido?)

Blog do Macagnan - A BEBIDA ENVELHECE?
Doutor Kaneko: Sim. A bebida envelhece muito rápido. Para se ter uma idéia, se você deixar uma garrafa ou lata de cerveja aberta ela perderá o seu sabor em aproximadamente vinte minutos. (Até lá a cerveja já vai ter esquentado também...)

Blog do Macagnan - A CERVEJA ATRAPALHA NO RENDIMENTO ESCOLAR?
Doutor Kaneko: Não, pelo contrário. Alguns donos de faculdade estão aumentando suas rendas com a venda de cerveja nas cantinas e bares na esquina. (Parece que os donos de vans que vendem cachorro quente nas portas das escolas descobriram isso também)

Blog do Macagnan - O QUE FAZ COM QUE A BEBIDA CHEGUE AOS ADOLESCENTES?
Doutor Kaneko: Inúmeras pesquisas vinham sendo feitas por laboratórios de renome e todas indicam, em primeiríssimo lugar, o garçom. (Esqueceram de citar o braço...)

Blog do Macagnan - CERVEJA ENGORDA?
Doutor Kaneko: Não. Quem engorda é você. (E o caixa de quem vende, ora pois!)

Blog do Macagnan - A CERVEJA CAUSA DIMINUIÇÃO DA MEMÓRIA?
Doutor Kaneko: Que eu me lembre, não. (Eu também não me lembro, aliás, qual é a pergunta mesmo?)

Bom, pessoal, por hoje é só... O Macagnan agradece ao Zaroio pela foto do tio na praia, ao amigo Milton pelo e-mail que deu origem a este post (salvou a semana!) e ao site Ralando a Panela pela fotinho simpática com que encerramos nosso post. Até o próximo e eu me vou antes que a cervejinha esquente. Fui...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Os mistérios da foto dos Beatles.

A inspiração para este post me veio ao ler uma matéria no site Terra ("Último suspiro" dos Beatles, 'Abbey Road" completa 40 anos, de Sábado, 26 de setembro de 2009).Já tinha visto alguma coisa sobre alguns fatos "misteriosos ou simbólicos" sobre esta foto, feita pelo fotógrafio Ian Macmillan e a data me pareceu própria para uma melhor ilustração da matéria. Resolvi então reeditá-la do meu jeito e postar. Aos "beatlemaníacos" ou não, boa diversão!

A foto, feita em 8 de agosto de 1969, estampa a capa do penúltimo álbum dos Beatles, "Abbey Road", nome da rua onde esta foto foi tirada e do famoso estúdio de gravação da EMI.

Correm boatos por aí que esta foto teria uma série de simbolismos ocultos que dariam a entender que o verdadeiro Paul McCartney teria falecido ainda na década de 60 e a foto da capa seria uma encenação disto (farsa ou drama?). São apontados os seguintes detalhes:

Para a representação do suposto "enterro", ficaram caracterizados assim:

1 - John Lennon, primeiro à direita vestido de branco, representaria o padre à frente do suposto funeral.

2 - Ringo Starr, segundo à direita vestido de preto, representaria o encarregado pelo funeral.

3 - Paul McCartney (supostamente...), terceiro à direita, representaria o próprio defunto, de pés descalços como é tradicional em algumas religiões.

Outro detalhe chama a atenção em Paul McCartney: seus passos estão invertidos em relação aos demais Beatles. Observe na foto a seguir, onde "D" indica o pé direito e "E" o pé esquerdo.


4 - George Harrison, primeiro à esquerda, representaria o coveiro, trajando roupas comuns de trabalho.

Na foto, à direita entre John Lennon e Ringo Starr aparecem também dois carros funerários pretos da época. Diz-se que estavam posicionados em direção a um cemitério próximo dali.

Há um fusca estacionado atrás de George Harrison na foto. A placa, através do processo de ampliação fotográfica apresenta a seguinte inscrição "LMW 281F" (padrão europeu de placas de identificação de veículos da época). Supostamente outra mensagem simbólica na foto: "Linda McCartney Widowed" (Linda McCartney viúva). Linda McCartney era a primeira esposa de Paul. 28 seria a idade que Paul supostamente teria ao falecer. O número 1 poderia ser interpretado como "I", formando a palavra inglesa "IF" (se), dando o seguinte significado:" 28 (anos) se (vivo)".












Bom, tire você mesmo suas conclusões depois disso tudo. Verdade? Coincidência? Eu mesmo não cheguei a conclusão nenhuma. Até faria sentido ocultar a suposta morte de um integrante do grupo se não fosse, conforme consta na matéria, o clima de "final de carreira" reinante. Seria uma tentativa de dar uma sobrevida à banda? Seria uma forma de não decepcionar os fãs e desviar o foco da banda como um todo para um integrante só? Não sei...

Abbey Road continua lá depois de quarenta anos... com sua faixa de pedestres (mais moderna), com o famoso estúdio ainda ali.


E se você quer dar uma espiada lá, o Estúdio tem em seu site uma webcam apontada para o local da foto. Veja agora!

Boa diversão e até o próximo!

(As fotos utilizadas são originadas de diversos sites encontrados na Internet. Agradecimentos do Macagnan aos respectivos proprietários das mesmas).

Google+